Será que isso vai gerar os resultados desejados que procuro?

Na busca das conquistas de nossas vidas, sejam estas bem planejadas e objetivadas, ou simplesmente “procuradas de passagem”, sempre temos algumas dúvidas com relação aos métodos e ações que estamos utilizando para conseguí-las, seja pela falta de resultados desejados, ou pelo desejo de maiores performances.

brain-color-colorful-19677

No meu dia a dia, lido com profissionais que buscam melhores resultados em suas carreiras e negócios, e não tão raro, chegam a mim em busca de outra “tentativa” para conquistarem este objetivo que não conseguiram até então.

Isto gera dois pontos que considero estratégicos. O primeiro é que por alguma razão eles acreditam que tenho algo a oferecer diferente do que já viram, e se propõe a tentarem novamente.

E o segundo é que em algum momento vão se perguntar, se isso vai funcionar mesmo? Costumo nos primeiros contatos já antecipar este questionamento mostrando exemplos de casos que deram certo, e o conjunto de características que são o grande catalizador das conquistas desejadas.

Na verdade, um conjunto de atitudes que considero fundamental para se ter o mínimo de chance de conquistar a autoridade e a segurança profissional que normalmente procuram.

A primeira, e certamente a mais importante delas, é adotar um mindset não reclamativo. O que é isso? É simplesmente adotar uma postura de que reclamação não é bem-vinda. Eu sei que isso é muito difícil, até para mim mesmo, reconheço!. Mas quando você adota a postura de reclamar por reclamar, você adota um padrão interno de vítima, que normalmente dificulta qualquer tentativa de mudanças, e isso vai se fortalecendo porque quando você reclama, na grande maioria das vezes você vai estar certo!. O trânsito está caótico, o país é injusto, o chefe é muito exigente, o mercado é prostituído, isto é muito desconfortável, não tenho tempo,  e tudo mais que você estará  certo em reclamar. Mas dai vem a pergunta, “de que adianta estar certo e ficar sem resultados?”

analysis-blackboard-board-355952

E diferente de dizer que devemos aceitar tudo que nos incomoda passivamente, o modelo mental oposto do “reclamativo”, deve ser um ato de comunicar as coisas ruins de forma construtiva. O que precisa ser feito para tirar proveito do problema? Quanto mais se aborda o problema com o pensamento negativos, simplesmente com a intenção de machucar, descontar, se vingar ou justificar algo que não deu certo, mais você irá se vitimar, e menos construção terá na sua vida, quanto mais construtivo você for, mais chances de resolver os problemas terá, e consequentemente, mais oportunidades para gerar bons resultados.

A segunda, e não menos importante, é focar nas coisas que você tem controle, você não tem controle das coisas que os outros fazem, você não tem controle de muitas coisas que acontecem ao seu redor, mas você tem controle das atitudes que adota, nos fundamentos básicos das atividades que pratica. Só que para isso é preciso se conhecer bem, saber o que é, o que faz, para quem faz e porque faz. E sabendo isso, buscar praticar estes fundamentos com maestria e da melhor forma possível. Se os resultados não vierem, é porque não estavam no seu controle, mas você, em tendo o autoconhecimento suficiente, saberá que fez de tudo que podia, e poderá se desapegar facilmente deste fato  para continuar persistindo até atingir o que deseja.

Em resumo, para que qualquer formula dê certo, é preciso que um componente desta formula, esteja de fato presente, ativo, direcionado e com atitudes para a conquista do resultado, pois este é o componente  que definirá todo o caminho para o sucesso ou para fracasso, e este componente se chama VOCÊ!!!

Pense nisso.

Se você tem interesse em saber mais como melhorar a sua autoridade profissional,  posso te levar para uma jornada que irá lhe ajudar muito neste item.  Esta jornada começa com um teste de sua marca pessoal, para que você mesmo constate como está  sua percepção pela ótica de seu público, e depois irei te passar dicas e insights para que você mesmo vá em busca desta autoridade profissional. É tudo grátis.  Clique aqui para o teste.

Se houve interesse por este artigo e acha que um ou mais amigos seus precisariam ter conhecimento sobre o assunto, compartilhe para este amigo ou para a timeline de suas redes sociais usando os botões específicos que aparecem ao redor, você pode também comentar e expressar sua opinião e dúvidas, terei o maior prazer em interagir como você.

Eu sou Lula Moura especialista em carreira, realização profissional e reforço de sua marca pessoal, para fazer contato comigo use o formulário de contato ou o meu WhatsApp.

Comentários no Facebook