Você de vez enquanto faz uma avaliação de carreira?

Nós sabemos que uma avaliação de carreira deve ser feita por diversos pontos, como o nível de satisfação, a paixão pelo que faz, o bem-estar do ambiente profissional, os relacionamentos profissionais, e até a questão financeira.

Mas uma forma simples e rápida de perceber como está a sua carreira é verificar quantas vezes nos últimos, ao acordar pela manhã, você se olha no espelho e pensa:

– Putz, tenho que ir trabalhar hoje mesmo!?

Se você tem pesando nesta frase muitas vezes recentemente, está na hora de rever os seus conceitos e revisar a sua carreira.

É o momento de mudar de trabalho ou de profissão. Ou de, no mínimo, ter uma conversa aberta com seu gestor. Se esta conversa não for suficiente clara e animadora, e o se o seu chefe não tiver um plano de longo prazo para  o seu desenvolvimento, para que você fique mais tranquilo a respeito do que o seu desempenho representa para a organização, está na hora de começar a rever tudo, desde a sua carreira, o seu trabalho e até a empresa.

Costumo dizer que toda evolução exige mudanças. A nossa evolução como pessoa é um constante processo de transformação, o nosso corpo muda, nossas necessidades e responsabilidade mudam.

Existe um ditado popular que diz: “A insatisfação é a mãe da mudança”.

Se você não está satisfeito com o seu trabalho, sua empresa, ou com você mesmo, mude. Porém não mude por modismo, mude por necessidade e com estratégia.

É preciso estar convicto que a sua nova fase será melhor que a atual, estude bem as alternativas e não haja por impulso, não tome decisões em momentos muito “acalorados”, avalie, pese os prós e contras, tente aconselhar-se com amigos ou procure ajuda profissional.

O que faz uma mudança ser uma sucesso ou um fracasso não é  “o que mudar” e sim “como mudar”, por isso a preparação é o mais importante.

Não faça sacrifícios desnecessários, não sofra, você merece ser feliz e, se for preciso, mude!

Comentários no Facebook