O que é coaching ?

coaching

Coaching é, antes de tudo uma metodologia de apoio ao autodesenvolvimento, que esclarece para o cliente, que normalmente é chamado de coachee, cinco pontos fundamentais: quem ele é, o que está fazendo, porque está fazendo, onde ele quer chegar e como chegar lá.

Diferentemente de uma terapia, que focaliza o passado e a resolução de um problema, o coaching foi desenhado para, através da análise de onde você está agora e de onde quer chegar, lhe ajudar a ver quais mudanças precisam ser feitas afim de alcançar seus objetivos e sonhos.

Em um processo de coaching, o profissional, chamado de coach, irá analisar onde seu cliente quer chegar e trabalhar com ele seu valores, competências e habilidades, na intenção de fazer com que o coachee veja em cada desafio uma oportunidade de transformar problemas em soluções. Para fazer isso é preciso ajudar a potencializar o seu talento, lapidando suas fraquezas e ampliando sua visão estratégica através do que é chamado de autodesenvolvimento.

O coach entra estabelecendo uma parceria onde o foco é você, o que você realmente quer, o que é importante para você. O coaching, antes de tudo é uma relação sem julgamentos, que chama para ação em direção as suas metas, lhe estimulando a ir além da sua zona de conforto.

Executive-coaching

Portanto podemos dizer que o coach é alguém que acredita em você, mesmo quando você mesmo ainda não é capaz de fazê-lo e que, focalizando onde você está agora aonde você quer chegar, lhe ajuda a perceber quais mudanças precisam ser feitas, a fim de alcanças seus objetivos.

Fica claro que coaching é um processo que busca gerar mudanças positivas significativas e duradoras. Assim quando falamos em coaching:

Estamos nos referindo a um processo, o processo que o coach utiliza para gerar o autodesenvolvimento do indivíduo, aplicável em todos os aspectos da sua vida e que lhe permite alcançar o pico de suas potencialidades – o que, em geral, não se consegue sozinho.

Neste processo o coach deve fazer o indivíduo tomar conhecimento dos próprios recursos que deverão leva-lo a conquista de suas metas e objetivos pessoais e profissionais. O papel do coach não é dizer ao seu cliente o que deve ser feito, mas sim criar situações de fazê-lo encontrar no seu interior as respostas que precisa.

Tendo como ferramenta básica a pergunta, o coaching acredita que quando feito uma pergunta, a capacidade cognitiva, e até mesmo a espiritualidade, buscam esta resposta que no fundo já se tem. E portanto esta resposta fará todo sentido para o coachee.

O conceito de coaching surgiu por volta de 1830 na universidade britânica de Oxford para definir um tutor particular, alguém que ajudava o aluno a se preparar para um exame de uma determinada matéria. Com o tempo passou a ser usada também para se referir a um instrutor ou treinador de cantores, atletas ou atores.

A palavra coaching vem da palavra inglesa “coach” e significa treinador. Esse treinador tem o objetivo de encorajar e motivar o seu cliente a atingir um objetivo, ensinando novas técnicas que facilitem seu aprendizado.

O termo coaching apareceu pela primeira vez na era medieval, com a figura do cocheiro, o homem que conduzia a carruagem (coche) para algum lado. Os cocheiros também eram especialistas em treinar os cavalos, para que estes puxassem os coches.

Como funciona o processo de coaching ?

Quando uma pessoa busca a assessoria de um coach, esta está em busca de algum tipo de mudança em sua vida. Na maioria das vezes são metas que quer atingir, mas não sabe quais os meios para fazê-lo. É neste ponto que a atuação do coach se faz fundamental, pois fará com que a pessoa encontre o caminho por si mesma. Utilizando para isso um processo de aprendizagem e autoconhecimento. A primeira etapa é identificar o real objetivo do cliente (coachee).

th1O processo de coaching funciona por intermédio de seções entre o coach e o coachee ou em grupos, geralmente semanais e que podem ser presenciais, por telefone ou por aplicativos de vídeo conferência, como o Skype, zoom, entre outros. Dependendo do modelo aplicado, o número de seções pode varia de cinco a doze, mas geralmente o número mais comum é o de dez seções.

Durante estas seções o coach utiliza técnicas, ferramentas e testes que tem como objetivo extrair o melhor do seu cliente, e com isso trazer à tona maior clareza de conhecimento, foco e consequentemente direcionamento para uma ação eficaz.

Durante estas seções são sempre considerados a individualidade de cada pessoa, e os métodos e ferramentas utilizados são devidamente aplicados em função de cada perfil, respeitando-se o estado de desenvolvimento de cada um.

O profissional coach não dá respostas nem faz aconselhamentos durante as seções, a menos que seja solicitado, pois o objetivo é que as ferramentas utilizadas ajam para que o coachee busque os recursos internos para atingir o que deseja, afinal de contas, ele é o maior especialista de si.

Vale ressaltar que o coaching trabalha no presente com um foco no futuro, e não trata diretamente problemas do passado. Há casos, porém, em que é necessário acessar fatos do passado que estejam bloqueado determinadas ações do coachee, para com isso, fazer algumas interpretações e ressignificar alguns acontecimentos, mas tudo sempre horando e respeitando as histórias dos clientes.

No processo, o coach trabalhará ainda para que seu cliente perceba a necessidade da mudança e não perca seu foco. Também serão avaliados os pensamentos limitantes, aqueles que o coachee expressa quando não se sente capaz de cumprir com seus objetivos. Algo como “não sou capaz de fazer isso”, ou “isso não está ao meu alcance”. O coach fará seu cliente perceber que é, sim, capaz de alcançar suas metas.

O coach trabalha com seu cliente para delinear novas metas e juntos montarem um plano para que sejam atingidas. É comum a proposição de desafios com o objetivo de desenvolver a autoconfiança para dar passos mais lagos rumo ao cumprimento destas metas

Não obstante, é comum um cliente procurar o coach simplesmente porque deseja perder peso ou mudar de emprego, por exemplo. Mas por trás destes desejos pode haver a necessidade por algo muito mais abrangente. Cabe ao coach identificar qual a verdadeira meta de seu cliente. Isto será feito a partir da aplicação de testes de perfil comportamental e mensurando o quanto estes objetivos condizem com os valores da pessoa. Assim, o que era simplesmente o desejo de perder peso, pode ser identificado como a necessidade de melhoria em toda a qualidade de vida do coachee.

Fazendo uma analogia, podemos dizer que o processo de coaching é uma busca ao tesouro, onde este tesouro é o encontro do autoconhecimento do coachee e o mapa é o coach. E como toda aventura, haverá desafios, necessidade de muito comprometimento, esforço, alguns caminhos errados, medos, tomadas de decisões, para assim, conseguir a conquista da melhor parte do verdadeiro eu.

No final do processo, o coachee deverá identificar se atingiu o seu ponto desejado ou se está indo pelo caminho certo para atingi-lo, e principalmente a sua percepção de quando sua vida mudou devido ao da passagem destas seções de coaching.

Se deseja mais informações ou quer saber mais informações sobre o processo de coaching faça contato comigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *