Sua marca é o que dizem de você

Você pode não acreditar, e talvez nem se dê conta disso, mas nesse exato momento, em algum lugar, alguém está se referindo a você, descrevendo você. São adjetivos que resumem todos os seus esforços, toda sua “batalha”, toda sua dedicação e seus anos de investimentos em você mesmo. São palavras!! O terrível é que, muitas vezes, a maioria de nós não tem a mínima ideia de que palavras estão utilizando para nós descrever, principalmente se você nunca se preocupou com isso, nunca ficou atento como você representa a sua marca para as suas relações e para a sua carreira, e como isso pode fazer toda a diferença para o seu sucesso.

Faça a pergunta a você mesmo: Com que palavras você estará sendo descrito?

Hand arrange white letters BRANDDesigned by Freepik

Se você tem feito o dever de casa da sua gestão de marca pessoal, e estabelecido os sinais corretos na sua rede de relacionamentos, sua imagem refletirá exatamente aquilo que vem trabalhando, você está, de fato, articulando todos os movimentos corretos, sua carreira pode não ser a mais brilhante, mas é ascendente e certamente chegará onde deseja.

Agora, se você nunca pensou nisso, nunca avaliou sua imagem, nunca tratou de saber que sinais sua audiência está comprando e sempre achou que as pessoas deveriam gostar de você como é, cuidado. Alguém neste momento pode estar colocando mais uma barreira para o seu sucesso e mais dificuldades na sua rede de relacionamentos.

Estas são algumas das descrições de marcas de pessoas:

“Este é o sujeito mais brincalhão que conheci.”

“Ele é gente boa, mas um péssimo líder.”

“Essa mulher é histérica no trabalho. Ninguém suporta.”

“Ele é brilhante, teve uma carreira meteórica na empresa.”

“Qualquer dia essa máscara cai. Não sei como  ele engana tão bem e continua na empresa… Esse é uma farsa.”

Pense quantas vezes já presenciou ou participou de cenas como esta, quantas vezes já viu algumas destas descrições de marcas pessoais. Veja que você só consegue gravar apenas os adjetivos, brincalhão, péssimo, histérica, insuportável, brilhante. E as vezes nem conhecendo bem a pessoa, saímos repetindo e multiplicando estes conceitos dela  por toda nosso rede de relacionamento. Imagine o poder deste efeito pela forma positiva e pela forma negativa, por toda uma rede de relacionamento de uma empresa, fora dela ou em algum segmento especifico.

Se você é daqueles que costumam dizer, “não me interesso pela opinião dos outros. Tenho conhecimento do meu valor e não dou a mínima para inveja ou o desprezo com que possam me descreve.”, eu tenho más notícias. Se mais de uma pessoa lhe descreveu com algum adjetivo desagradável, é melhor começar a avaliar e rever suas atitudes, pois vivemos em uma sociedade onde percepção é praticamente igual a realidade, e quer você goste ou não, esta realidade fará muita diferença na sua reputação e na sua carreira.

Se outros estão lhe avaliando de uma forma diferente da que você deseja, não é culpa deles, e sim sua, por estar emitindo sinais errados do que deseja passar sobre você.

Lembre-se, somos verdadeiros “comerciais de TV”, com imagem, áudio, cores e formas. Somos como outdoors ambulantes, fazendo a todo instante ações de marketing em busca da fidelização de nossa marca, através de nossas roupas, carros, cortes de cabelo, óculos, relógios e principalmente de nossas ações.

Trabalhar sua marca pessoal é sem dúvidas o melhor caminho para o sucesso pessoal e profissional.

Para saber com está a sua marca pessoal através de um teste rápido, clique aqui.

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *