A difícil tarefa de se autoavaliar

Lula Moura - Duvidas profissionais

Seguindo a tendência que algumas organizações estão adotando, resolvi disponibilizar no meu site um questionário para que profissionais interessados possam, eles mesmos, fazerem uma autoavaliação de suas carreiras onlne.

Na verdade, trata-se de um questionário de múltipla escolha com algumas perguntas, cuja respostas são comparadas com a resposta de um profissional que obtém excelentes resultados em sua trajetória profissional, o que em tese, seria uma modelo a ser seguido.

Esta comparação de respostas gera uma nota para o avaliado que recebe uma breve descrição sobre o seu desempenho junto com esta nota, que são enviados para o e-mail.

Só que em seguida há um fluxo de mensagens que são disparadas em função desta nota e de algumas respostas críticas, com informações e fundamentos para direcionar melhor o avaliado para um caminho com mais probabilidade de encontrar um melhor desempenho profissional, abrindo a possibilidade de inclusive se estabelecer uma reunião online comigo para conversarmos individualmente sobre a sua carreira.

É daí que surge uma surpresa!

Nas entrevistas ao vivo, não raro aparecem algumas desconexões entre a maneira como a pessoa se vê, e como ela realmente é com relação as suas entregas profissionais.

Isto acontece porque normalmente temos alguns tipos de filtros, podemos dizer que até são naturais em função da personalidade e momento de cada um.

Quando o profissional é muito vaidoso e confiante demais, a sua autoavaliação normalmente é alta.

Já quando este profissional tem sua autoestima baixa, ou é extremamente crítico, não consegue demonstrar muitas vezes seus bons posicionamentos no resultado de sua autoavaliação, deixando-a a quem do que realmente deveria ser.

Estes filtros levam a erros na autopercepção, que comumente são percebidos no contato direto que revelam as diferenças entre o discurso e as ações.

Só que isso precisa vir à tona e ser mostrado para que haja uma real clareza para a busca dos reais objetivos profissionais.

Daí a importância do papel de um mentor, que em ação de sua atividade plena, tem a missão de servir, e não de agradar.

Entender o que se está fazendo de certo e errado no trabalho, se está realmente feliz com o que faz, saber o que deseja para o futuro, como melhorar a visibilidade do que entrega, e principalmente saber como realizar tudo isso, é o que trará os resultados positivos que todo profissional deseja.

Ir em busca de uma avaliação de carreira que consiga refletir todas as suas verdades, diante dos reais cenários que convive, é o caminho para gerar reflexões para o planejamento de todo o seu futuro profissional.

E este planejamento é o que dará o direcionamento claro e lhe poupará muitos esforços e recursos em busca do sucesso.

Sucesso este, que por incrível que pareça, muitos nem sabem ao certo qual é!

Se tiver interesse em fazer a sua autoavaliação de carreira online e grátis, e só visitar:

FAÇA SUA AUTOAVALIAÇÃO DE CARREIRA GRÁTIS

Você faz marketing digital ou panfletagem digital?

Lula Moura - Marketing Digital

O marketing digital ganhou grande visibilidade e relevância, não apenas pelo seu já conquistado poder de penetração com o advento da popularização e acessibilidade da internet.

A possibilidade de divulgar produtos, serviços e até a própria imagem pessoal, está hoje literalmente na palma da mão.

Qualquer um hoje é capaz de fazer a divulgação do seu produto com custos extremamente baixos e até de graça.

Ter um produto ou serviço e não estar presente nas redes sociais, é tido hoje como um erro fatal.

Bom! Até agora acredito que falei pontos que fazem sentido para a grande maioria, nada de novidades.

Mas vou agora relatar a minha percepção com um olhar mais crítico deste movimento pela ótica dos modelos adotados, e principalmente dos resultados obtidos.

Vou pedir a permissão para me credenciar um pouco para poder falar sobre este tema, mas deixo claro que não sou autoridade final, nem tão pouco o dono da verdade.

Mesmo porque, como acabei de falar, vou externar a minha visão gerada pelas minhas experiências.

Entre as diversas formações que tenho, possuo um MBA em Marketing concluído em 2011, a rede social sensação da época era o super popular Twitter.

Sou empresário a quase 40 anos e nos últimos três anos me lancei como coach e consultor de carreira e negócios.

Não possuía uma grande rede de relacionamento ao ponto de sustentar a viabilidade desta nova carreira, e vi o marketing digital como o melhor caminho para tornar este projeto viável.

Precisava ser visto com autoridade e capacidade de gerar as transformações que o meu público alvo desejava, ao ponto de eles entregarem a confiança de um papel importante de suas vidas na minha mão, para que eu pudesse ajudá-los.

E aí?

Será que com lindas postagens motivacionais, citações de grandes pensadores, vídeos e stories de clientes dizendo que mudei a vida deles, um belo currículo acadêmico e com diversas formações nas melhores escolas de coaching do país na bio, seria o caminho para chegar à onde estou hoje?

Será que com isso poderia conseguir clientes de todas as partes do país, atuando da minha cidade natal, Recife, e fazer este projeto, meu sonho de vida, torna-se viável e sustentável?

Sem delongas!! NÃO

Marketing digital é muito mais do que um panfleto digital, e redes sociais não são estações de metrô onde se distribui os panfletos.

Muitos seguidores, muitas curtidas, muitas visualizações de vídeo, não geram qualquer razão de equivalência com conversões, vendas e resultados.

Não que isso não sirva como indicadores, mas são números conclusivos apenas para o fator VAIDADE.

Marketing é ferramenta para gerar relacionamentos, e hoje o momento digital disponibiliza muitos, mais muitos recursos que podem trabalhar a seu favor para criar estas relações.

E me desculpem. Mas não serão apenas cursos de uso “estratégico” de qualquer rede social, nem tão pouco a busca da habilidade em qualquer programa de edição de imagens que vão gerar este resultado.

Gente!! Se fosse só isso estava todo mundo bombando!!!!

Montar sua estrutura de marketing digital apenas em cima de uma rede social, é como construir a sede de sua empresa em um terreno alugado, onde já há um projeto de construção de um parque público no local.

Você pode até achar que o parque nunca vai se construído, do mesmo jeito que a rede social nunca vai perder a sua força, que ela nunca vai mudar as regras, e que ela nunca vai te bloquear.

Só que a história projeta uma tendência que transforma tudo isso em um fato. Então vai acontecer!

Um bom posicionamento em redes sociais é apenas uma parte necessária do processo, mas ficar só nesta parte, é como jogar golfe com apenas uma só tacada.

É até possível acertar o buraco de primeira, mas convenhamos, é muito improvável e com chances de recorrência frequentes completamente descartadas.

O marketing raiz exige estratégia, planejamento e uso de diversos canais apontados para um objetivo claro e congruente com os seus produtos e serviços.

Ele precisa trazer os seu prospects para o seu terreno, longe do barulho, longe do assédio da concorrência, para perto de você e em um ambiente em que ele possa lhe ouvir na frequência que você definir, independente de algoritmos de entregas.

Quando for fazer qualquer investimento em marketing digital pense em tudo que foi dito ai acima, e veja se vale a penas seguir a multidão sem rumo definido.

Vou disponibilizar abaixo o diagrama do meu funil de vendas pela campanha da marca pessoal, foi um dos primeiros e gerar os resultados que qualquer gostaria ter”.

Hoje ele é parte de um grande conjunto de estratégias de marketing digital que utilizo, mas que tenho um carrinho especial, pois foi com ele que conquistei os primeiros clientes que não estavam na lista de contatos do celular.

Pessoas completamente desconhecidas que através deste modelo de marketing, se relacionaram comigo, e a milhares de quilômetros de distância receberam minhas ofertas sem restrições de quantidade de caracteres, tipos de linguagens, formas e tamanhos de imagens, porque estavam na minha casa, convidados por mim.

E na minha casa eu tratos os meus convidados seguindo a minhas regras para tratá-los da forma que desejar para agradá-los.

Funil da marca pessoal

Está aí!

Se quiser falar comigo para tirar qualquer dúvida sobre o tema e quiser ver tudo funcionado na prática com métricas e resultados, clica ai e marca uma reunião online comigo.

Vem para minha casa para conversarmos longe do barulho, garanto que vou lhe tratar como todo convidado merece.

QUERO UMA REUNIÃO ONLINE

Um grande abraço.

Os 3 passos para impulsionar o valor da marca pessoal

Valor Marca





As ações para impulsionar o valor da marca pessoal passa obrigatoriamente pela percepção de seu público, “os seus clientes internos e externos”.

É claro que existem alguns pontos que são unânimes, aqueles que chegam a encantar todos os públicos, como cortesia, humildade, respeito, pontualidade.

O respeito ao próximo em todos os sentidos, pode resumir tudo, por esta razão estes pontos são básicos.

Não há nada pior para uma marca pessoal como a falta de percepção de respeitos pessoal e com os compromissos assumidos.

Apesar destes pontos serem tão básicos, são poucos que conseguem pôr estas atitudes em prática de forma positiva, o pior é que não fica apenas por ai. Continue lendo “Os 3 passos para impulsionar o valor da marca pessoal”

Qual a postura que você adota na crise?

Lula Moura - Evolução profissional na crise





Dia desses me deparei com uma publicação aqui no Linkedin que dizia que este “novo normal” que todos andam falando, nada mais é, na sua grande maioria, uma antecipação brusca de mudanças que certamente iriam chegar mais cedo ou mais tarde.

De fato há um fundo de razão, mas o problema é que tudo foi muito rápido, e esta velocidade está sendo um dos componentes mais marcantes da crise que estamos vivendo.

Há diversas empresas e pessoas perdidas neste cenário, mas é aí que para muitos, principalmente para aqueles que têm uma alta autoeficácia, que surgem as oportunidades. Continue lendo “Qual a postura que você adota na crise?”

Evoluir é uma escolha, você faz as certas?

Lula Moura - Evolução é uma Escolha





Evoluir é uma obrigação neste planeta em que vivemos, se deixarmos nossa vida à deriva vamos evoluir de alguma maneira, mas partir para esta evolução por opção é alterar o status quo.

Quando estamos incomodados com algo, conseguimos pensar que devemos agir para mudar alguma coisa para melhorar.

O difícil é buscar esta evolução quando estamos em momento de plenitude e abundância.

Mas isso não é naturalmente possível, tendemos a querer aproveitar estas “ondas” dos bons momentos para curtir e se despreocupar, afinal merecemos viver o que a vida trás de bom, não é? Continue lendo “Evoluir é uma escolha, você faz as certas?”

Temos que encarar o vírus no campo de batalha

Lula Moura - Biossegurança





Após quase 80 dias de quarentena no país, chega hora de encaramos na prática a realidade de que esta é uma batalha de longo prazo.

Sem a existência de uma vacina e a descoberta de um tratamento eficaz, o efeito da quarentena evitou que o nosso sistema de saúde, que naturalmente já vive em colapso, pudesse ficar ainda pior.

E junto com ações de emergência dos órgãos governamentais, que partiram para tentar resolver em poucos meses problemas de trinta anos do sistema de saúde, de fato acredita-se que vidas foram salvas.

Só que este modelo de isolar a população e desacelerar a economia, não se sustenta por logo prazo. Continue lendo “Temos que encarar o vírus no campo de batalha”

Precisamos ser melhores do que éramos

Lula Moura - Precisamos ser melhores





Mais um ciclo, um novo mês chegou!

E quando vamos virar a folhinha do calendário, não há como deixar de pensar em tudo que está acontecendo.

Quantas mudanças inesperadas e inimagináveis este ano nos trouxe.

Toda humanidade foi, e está sendo impactada.

Independente da intensidade, eu, você é todos os nossos ciclos de relacionamentos fomos atingindo fortemente por algo que vem nós deixado marcas profundas. Continue lendo “Precisamos ser melhores do que éramos”

Empreendedor – Não é hora de cruzar os braços!

Lula Moura - Hora de em Ação





Você empreendedor, olhe este bom exemplo desta empresa de uma atividade impactada fortemente no momento atual e certamente no pós pandemia.

Olhem as ações e posicionamentos que a academia Bodytech  adotou ao invés de ficar esperando tudo voltar ao normal e ser como antes.

1- Cuidou do cliente na parada.

Assim que houve o fechamento das academias  por decreto, IMEDIATAMENTE avisaram os clientes por e-mail e SMS  que o prazo do contrato seria automaticamente prorrogado por igual período da suspensão.

O app de treino passou a mostrar exercícios que podiam ser feitos em casa.

Pelo próprio app foram disponibilizadas lives de treinos.

2- Projetou os cenários seguintes.

Com base nas informações de outros países, definiu processos inquestionáveis, e INFORMOU com antecedência a seus clientes. (Vídeo a seguir).

Continue lendo “Empreendedor – Não é hora de cruzar os braços!”

O que tem feito para reinventar-se nesta quarentena?

Reinvnetar-se






Reinventar-se nesta quarentena é um caminho para encarar os novos cenários de forma mais preparada e assertiva.

Conheça esta mentoria feita especialmente para este momento, você pode ter a ajuda que precisa para reinventar-se:

MENTORIA

O Momento da cura é agora

A cura por Lula Moura





Quem diria!

É quase inacreditável que tudo parou, e dessa vez não foi só por aqui, o mundo também está parado.

Diante de um cenário como este, a palavra incerteza é a única que pode representar a atual realidade que estamos vivendo.

Entre um mar de notícias, às vezes apavorantes, fica bem difícil manter a calma e até, muitas vezes, o bom senso.

Alguns continuam incrédulos negando os fatos e acham até que estamos vivendo umas férias forçadas.

Outros se veem em modo estático, não sabem o que fazer, e entram até em desespero.

Mas há alguns que percebem o momento, e acreditam que isso vai passar, e quando passar será preciso sermos melhores do que éramos antes de tudo isso acontecer.

É claro que diante de uma situação desta, onde o estado emocional de cada um, passa a ter uma maior relevância, nem sempre conseguimos adotar as posturas que gostaríamos.

Continue lendo “O Momento da cura é agora”