Ninguém precisa ser um génio para se destacar

Ser um destaque na área profissional, ser reconhecido na sua área pelo trabalho que entrega ou conhecimento que possui, é possível para qualquer pessoa.

Nesta minha fase profissional em que tenho trabalhado com desenvolvimento pessoal, e até mesmo fazendo uma retrospectiva em minha vida, cada vez tenho mais certeza de que ninguém precisa ser um gênio para se destacar.

Sobretudo quando se pensa em aprendizagem e aquisição de novos conhecimentos, vejo muita gente se limitando, ou pior, achando que apenas ter o conhecimento ou a formação específica em determinada área o fará ser o diferencial.

Tenho percebido que muitas vezes estes resultados não vêm, porque muita gente não sabe exatamente o que quer, não estabelece uma estratégia de aprendizado quando necessário, e principalmente não sabe se posicionar para passar o que sabe de melhor, valorizando a sua marca pessoal.

Tudo deve começar com saber o que realmente se deseja ser.

Muitos até sabem o que querem fazer com os frutos que uma pessoa com muito reconhecimento, autoridade e referência em determinada área conseguem conquistar. Mas poucos já definiram o meio para ser uma pessoa deste tipo.

Em que área você vai ser bom? Como vai fazer para entregar melhor o que faz com consistência e longevidade?

Para responder isso é preciso, inicialmente, um profundo autoconhecimento, para entender onde e como se pode explorar seus melhores talentos e competências alinhados com os valores pessoais e forças, para transformar aquilo que se faz em algo que seja natural e principalmente prazeroso.

O segundo passo é aprender aquilo que é necessário, sem deixar de pôr em prática.

Não é possível consolidar conhecimento colocando tudo dentro do cérebro em apenas uma noite.

Aprender exige tempo, dedicação, planejamento e, principalmente, motivação.

Ela é a mola propulsora de toda a engrenagem. Sem a motivação é bem difícil aprender alguma coisa nova, o caminho se torna muito mais tortuoso e, por vezes, insustentável.

Ai o papel do chamado “agente da responsabilidade” ajuda bastante quando está presente.

Este é um termo usado pelo escritor Hal Elrod, autor do livro o milagre da manhã, quando se refere a pessoas que estão do nosso lado dando suporte para conquista de algum objetivo, atuado como mentores, coachs ou até amigos e familiares mais experientes, para nos ajudar a direcionar o nosso foco nos benefícios que podem ser alcançados, nos mantendo motivados através da clareza de um propósito.

E claro, não adianta ter o conhecimento sem a prática.

Sem este pensamento é muito comum ficar investindo tempo e dinheiro em cursos atrás de cursos indeterminadamente, achando que nunca estará pronto para executar o que foi aprendido. Mas um ponto em que o “agende da responsabilidade” tem um papel fundamental, para cobrar a hora da execução do que se aprendeu.

Conhecimento sem prática, é perda de tempo!

O terceiro ponto é se apresentar em uma posição que lhe dê maior visibilidade.

Não adianta fazer boas entregas, ter autoridade e reconhecimento na sua área, e não ser aquela pessoa que não é “bem vista”, que não possui uma marca pessoal de valor.

A gestão da marca pessoal pode ser considerada como um conjunto de atividades e técnicas que levam à construção, gerenciamento e fortalecimento da percepção de um indivíduo junto ao “mercado” que atua.

Uma marca pessoal bem gerida, deve buscar moldar justamente esta percepção que os outros tem de você e de sua atividade profissional, exaltando suas melhores habilidades e valores.

E não se enganem, todos nós temos uma marca pessoal, a diferença é que aqueles que se destacam, tem uma forte gestão sobre ela, e se fazem perceber por todo seu conhecimento, habilidades, competências e capacidade de relacionamentos com as pessoas de uma forma atrativa e agregadora.

É interessante deixar claro que isso não é feito apenas através de um bom marketing pessoal, a boa gestão de uma marca pessoal vai muito além disso. Ela busca construir uma percepção baseada nas verdades de cada indivíduo, dai mais uma vez a importância do autoconhecimento.

Construir a sua marca de destaque, é reunir os seus melhores talentos, personalidade, principais atributos, e embalar tudo em uma poderosa identidade que ressalte você acima da multidão de concorrentes anônimos.

jdestaque

Acredito que agora fica mais claro que o segredo para se destacar, não é ter nascido gênio, mas se conhecer para saber em que quer ser um destaque, aprender e pôr em prática tudo para isso, e saber ser percebido pelo seu publico para mostrar o que você é, e o que tem de melhor para entregar.

A genialidade está muito mais ligada as nossas ações do que aos nossos genes.

Ser um destaque só depende de você!

Se tiver mais interesse sobre este tema, ou dúvidas de como se tornar um destaque profissional, você pode fazer contato comigo, ou marcar um sessão online sem qualquer compromisso para conversamos pessoalmente sobre o seu caso, clicando no link abaixo.

 Marcar uma sessão de conhecimento

Comentários no Facebook