O hábito de treinar todos os dias

Muitos me perguntam como consigo manter a minha rotina de treinos de exercícios físicos, academia, corrida, alongamentos e bike, praticamente todos os dias da semana. Respondo sempre, já virou hábito.

buenos-habitos-personales

Tá bom…. Sei que a resposta não ajudou muito, né ? Mas é a pura verdade, depois que vira hábito fica tudo muito fácil. O problema é transformar uma rotina que exige um certo esforço, em hábito, ai sim, acho que é a resposta que procuram.

Não tem outro jeito, para transformar uma rotina em hábito é preciso força de vontade. Durante pelo menos os primeiros vinte um dias você precisa criar algo muito forte para quebrar a inercia e sair de sua zona de conforto para encarar uma rotina que deseja ver realizada com frequência.

No meu caso, foi pura força de vontade mesmo de praticar exercícios, mas precisamente, pura vontade de correr. Para isso, comecei a acordar de 5:00hrs da manhã para malhar, alongar e pedalar afim de buscar reforços musculares e ganhos aeróbicos na academia, para depois ir correr em seguida 06:00hrs no calçadão da praia de Boa Viagem, em Recife-PE.

Hoje não há qualquer esforço adicional para fazer esta rotina, pois já é um hábito estabelecido como o de levantar para ir ao trabalho.

E como isso acontece?

Segundo o livro O Poder do Hábito de  Charles Duhhigg, um hábito funciona em três etapas:

Gatilho: Alguma coisa acontece e seu cérebro entende este gatilho como um chamado para entrar no modo automático e escolher qual rotina usar;

Rotina: É uma ação física, emocional ou mental que é automaticamente acionada pelo gatilho;

Recompensa: Um estímulo positivo ocorre e diz ao seu cérebro que aquela rotina funciona e por isso deve ser armazenada.

Entender como os hábitos são acionados é importante, pois nos dá controle sobre nós mesmos. Ao entender os gatilhos e as recompensas, somos capazes de alterar, adaptar e criar novas rotinas.

É muito importante que estas três etapas realmente aconteçam para que o “hábito” seja executado com a frequência que deseja, pois caso isso não ocorra por períodos elevados,  seu cérebro irá rapidamente excluí-lo desta lista de “hábitos estabelecidos”, cumprido a sua missão natural e poderosa de fazer tudo para que  façamos menos esforços e economizemos mais energia.

O meu “gatilho” funciona assim. Como já tenho um hábito de acordar antes da 5:00hrs, uma das primeiras coisas que vejo é o material de ir treinar já arrumado desde a noite anterior. Neste momento a “rotina” é automaticamente estabelecida. Ir ao banheiro, trocar de roupa, comer uma fruta e ir andando para a academia, fazer musculação e dia sim, dia não, ir correr.

A “recompensa” além da química causada pela endorfina,  é o comprimento de minhas metas. Meus indicadores de performance que estabeleço mensalmente para os treinos, tais como volume de quilometragem corrida, quantidade de treinos, horas de musculação e ai vai.

Vejam que nem tudo é tão natural. Por isso é importante entender este conceito de geração do hábito e trabalhar em prol dele. O livro de Charles Duhhigg, citado acima, é bastante recomendado.

Vamos começar a criar bons hábitos…..?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *